Encontro das Jubilandas da Congregação dos Santos Anjos

 

Realizou-se no Residencial Madre Maria São Miguel, em Juiz de Fora /MG, um encontro com as Jubilandas de Prata, Ouro e Diamante deste ano, sob a coordenação da Equipe de Animação Vocacional, no dia 19 de maio de 2018.

A Celebração dos anos vividos como consagradas é motivo de muita Ação de Graças ao Senhor, que escolhe quem Ele deseja e espera que propague seu Reino de modo intenso e diariamente.

Uma oração sobre a graça da Vocação Religiosa deu início ao encontro.

Em seguida, para desenferrujar as juntas e melhorar a postura, houve uma série de exercícios lúdicos, que causaram descontração e muito riso. A idade não perdoa e a acomodação inconsciente vai curvando as costas e dificultado as pernas e pés na caminhada. Uma volta à infância e juventude rejuvenesce os músculos e o coração.

Foi projetado o filme sobre a vida de Madre Tereza de Calcutá, hoje já beatificada. É impressionante a simplicidade, coragem e firmeza que ela usou para conquistar um lugar digno para os desvalidos. Talvez tenha sido este o pensamento de Madre Maria São Miguel Poux, quando renunciou ao seu objetivo de ser mendiga por amor a Jesus Cristo. Deus lhe tinha outro desígnio na época, porque a classe burguesa é que se achava desamparada de valores. Hoje, os empobrecidos voltaram a ser o  forte da Evangelização que a Igreja precisa atender, seja em nossas escolas, hospital  ou inserção.

Além de lanches e almoço muito gostosos, oferecidos pelas Irmãs da Casa, o contato com as Irmãs idosas que lá residem e que deram o melhor de suas vidas para o bem da Congregação, favoreceu o contato amigo e a reflexão para louvar e agradecer à Congregação todo o apoio dado nesta fase da vida, de tanta carência, mas de tanto caridade e conforto, muitas vezes difícil de ser dado nas próprias famílias.

Com uma oração finalizou-se o encontro, deixando o sabor do Salmo 133:

Salmo 133Cântico das peregrinações

Oh, como é bom, como é agradável para irmãos unidos viverem juntos.

Como um óleo suave derramado sobre a fronte, e que desce para a barba, a barba de Aarão, para correr em seguida até a orla de seu manto.

Como o orvalho do Hermon, que desce pela colina de Sião; pois ali derrama o Senhor a vida e uma bênção eterna.

 

Irmã Maria da Glória Ghetti