top of page
  • Foto do escritorCongregação dos Santos Anjos

Irmã Maria Bertila parte em missão para Aracaju/Sergipe

Missão é partir, caminhar, deixar tudo, sair de si, quebrar a crosta do egoísmo que nos fecha no nosso Eu. É parar de dar volta ao redor de nós mesmos, como se fôssemos o centro do mundo e da vida. É não se deixar bloquear nos problemas do pequeno mundo a que pertencemos: a humanidade é maior”(Dom Hélder Câmara)

 

Só compreendendo a Missão como envio para o mundo para testemunhar Jesus Cristo e seu amor incondicional pela humanidade é que nós, Vida Religiosa Consagrada, somos capazes de sair. Sair de onde estamos, do conhecido, para o novo, o desconhecido.

É com a certeza que graça de Deus me conduz e me envia, que deixo a missão na Diocese de Grajaú/Maranhão, indo para Aracaju/Sergipe.

A certeza que a Igreja vai além de espaços geográficos e sua missão evangelizadora se faz, cada vez mais urgente, nos dá força para partir.

Ontem, 11 de fevereiro, Festa de Nossa Senhora de Lourdes, 07 anos da Ordenação Episcopal de nosso Bispo Dom Rubival Cabral Britto. Na Celebração Eucarística, Dom Rubival fez meu envio para a nova missão.

Dirigiu-me palavras de agradecimento por minha presença e missão na Diocese e me deu uma benção especial. Para mim, muito emoção!

Louvo e agradeço ao Senhor, que me chamou e me deu a graça de ter participado da Igreja Diocesana de Grajaú: Igreja dinâmica, sinodal, missionária.

Parto para Aracaju, entregando-me à graça e condução do Espírito Santo, dinamizador da Missão da Igreja.

Gratidão ao Dom Rubival, aos padres com os quais trabalhei, ao povo maranhense, sempre acolhedor, alegre, muito presente em minha vida!

 

Grajaú, 12 de fevereiro de 2024

 

Irmã Maria Bertila Teixeira, RSA



Comments


bottom of page